A gasóleo, a gasolina ou elétrico?

sustentabilidade ambiental

A gasóleo, a gasolina ou elétrico?

Uma questão de sustentabilidade ambiental

Cidades e governos europeus apontam que é de dez a quinze anos o prazo para o término do consumo de gasóleo. Contudo, estima-se que nos próximos cinco anos os motores a gasóleo continuarão a ser os mais económicos do mercado. Se pretende trocar de carro nos próximos cinco anos, o gasóleo continua a ser uma boa opção.

No entanto, a problemática da sustentabilidade ambiental continua a ser polémica, mas os fabricantes estão a reduzir, substancialmente, a emissão de gases contaminantes nos motores a Diesel.

Qual a utilização do seu veículo?

Qual a utilização do seu automóvel e quais os percursos que este vai fazer? Qual a quilometragem anual que prevê realizar? Estas questões devem ser respondidas na hora de escolher a tipologia do seu veículo. Valerá investir e pagar um pouco mais por um veículo a Diesel ou os custos investidos não compensam e pode sair do stand com um veículo a gasolina?

A Auto Furtado, deixa aqui alguns insights.

  • No que respeita aos quilómetros anuais percorridos:

Até 15.000 km aconselhamos um veículo movido a gasolina, híbrido ou elétrico; até 25.000 km prefira gasolina ou híbrido (ou elétrico com autonomia superior a 300 km), enquanto que mais de 30.000, a escolha aconselhável é Diesel.

  • O tipo de percurso que habitualmente realiza deverá ser, igualmente, tido em conta.

Se o seu percurso é maioritariamente urbano: cidade até 50 km/dia escolha gasolina, híbrido ou elétrico. Se, por sua vez, o seu percurso é cidade e autoestrada e os quilómetro percorridos são de até 120 km/dia aconselhamos gasolina, híbrido ou Diesel. Por último, caso utilize o seu veículo em estrada, autoestrada e cidade e percorre mais de 120 km/dia prefira Diesel.

 

Qual o combustível mais ecológico?

Todos poluem, até mesmo os veículos elétricos. É verdade! Os carros movidos com motores elétricos abastecem a sua energia através da rede elétrica que chega até às nossas casas, através de centrais alimentadas a energias fosseis e, por consequência, essa energia já realizou uma ação poluente antes do veículo de “zero emissões” iniciar a sua marcha.

Desta forma, a resposta sobre qual o tipo de tecnologia que é mais sustentável é sempre ambígua. Contudo, os veículos elétricos são os que menos gases adicionam ao efeito de estufa.

 

 

Publicar um Comentário